sábado, 30 de abril de 2011

Dos dias



Dos dias
Os mais puros
Dias te vivi
Onde não pude
A tocar-te coração

Dos dias
Em que te quis
Dias que colori
De amor vivi
A doar-te emoção

Dos dias
Onde te perdi
Dias te sofri
No amor morri
A sonhar-te devoção.

(FlavCast – 30.04.2011)

2 comentários:

Paula Lourenco disse...

Maravilhoso, amo este poema, beijo

FlavCast disse...

Obrigado Paula! Beijo!