quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Vira lata

 
Enquanto dormes
Fico sob vigília
Deitado
Ao pé da cama
Rosno replicantes
Resmungos tristes
Agitam os pêlos
Em duas patadas
A pulga já era.

(FlaVcast – 24.08.2011)

2 comentários:

André Vianna disse...

Um belo trabalho poético!

Grande abraço!

FlaVcasT disse...

Obrigado André! Desculpe a demora em responder seu comentário. Mas agradeço muito!

Abraços