sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Espelho

É como se fosse
Irmão da solidão
O vazio que oferece
Por tal falta de prece
Escurece a luz
Empobrece o vermelho
Espelho conduz
Azul desaparece
Branco
Branco
Branco
FlavCast
31.12.09

Um comentário:

R* disse...

frenesim rasgado
cegueira surda
rompe os traços
maduros
de um momento
máquinas movimento
louco
sempre
sempre.

um beijo R*