sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Mulher


Mulher libertária
É sua mente pulsante
Envolta em seus odores
Emanam sorrisos

Tão lascivas cartadas
Desferes certeira
Alvo seleto escolhe
Entre flores

Vazam de seus lábios
Tremores
Fluídos esquentam-te
O olhar mais doce

Mesmo entregue
Procura-te reflexa
Sua viciosa presença
Desconcerta-me

Assisto seus passos
Descalço e ando
Envolto em suas penumbras
Te sigo.


FlavCast
03.03.08

Um comentário:

fafa disse...

Sou encantada por essa tb , beijo ao grande poeta!!!!