quarta-feira, 28 de março de 2012

A razão de te amar



Voçê não me sai da cabeça
Então é razão

Não é para agirmos com a razão?

Então te amo

Porque te amar
parace ser a razão
de valer viver

E viver
É sentir
E sinto

Sua presença
É recente
No meu corpo

É clara
A lembrança
Da sua voz

E o coração
Diz pára
Em disparada

Sou corpo
Mente
E calma

Que acenta
A alma.

(FlaVcast – 28.03.2012)

Um comentário:

yaradarin> Sun disse...

*Adorei este poema,Flavio!
beijos
yaradarin